top of page

Maio Vermelho: Conscientização e Combate ao Câncer de Boca

O câncer de boca, uma doença que pode afetar os lábios e o interior da cavidade oral, incluindo gengivas, bochechas, céu da boca e língua, é o foco da campanha Maio Vermelho, dedicada à conscientização e ao combate dessa condição.

Este tipo de câncer apresenta sinais que não devem ser ignorados, como lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas, nódulos no pescoço e rouquidão persistente. Nos estágios mais avançados, podem ocorrer dificuldades de mastigação, fala e até a sensação de algo preso na garganta. A observação atenta destes sintomas e a busca por um diagnóstico precoce são essenciais.


maio vermelho - combate ao câncer de boca

Prevenção

A prevenção do câncer de boca envolve hábitos saudáveis, como a abstenção de fumo e bebidas alcoólicas, uma dieta rica em alimentos saudáveis, e uma boa higiene oral. Essas medidas simples, além de aumentar o acesso aos serviços de saúde, são cruciais para diminuir as chances de desenvolvimento do câncer de boca, uma das formas mais comuns de câncer de cabeça e pescoço no Brasil.

O diagnóstico precoce é de extrema importância e deve ser buscado diante de qualquer lesão que não cicatrize em até 15 dias. Visitas periódicas ao dentista são fundamentais, pois profissionais de saúde podem identificar lesões suspeitas. Embora não haja evidências científicas de que o autoexame seja efetivo como medida preventiva, estar atento aos sinais e buscar orientação profissional é imprescindível.


Tratamento

Quando o diagnóstico do câncer de boca é realizado precocemente e o tratamento é implementado de forma correta, existe uma alta taxa de cura, alcançando aproximadamente 80% dos casos. Os tratamentos primários para esta condição incluem a cirurgia oncológica e a radioterapia, que podem ser aplicados isoladamente ou em uma abordagem combinada, dependendo das necessidades específicas de cada paciente.


A escolha do tratamento mais adequado é feita após uma avaliação médica detalhada, que leva em consideração diversos fatores, incluindo o estágio da doença, a localização exata do tumor dentro da cavidade oral, e o potencial de impacto do tratamento nas funções vitais do paciente, como a fala, mastigação e deglutição. Esta avaliação cuidadosa é crucial para determinar a abordagem terapêutica que oferecerá não apenas a melhor chance de cura, mas também a manutenção da qualidade de vida do paciente.


Tanto a cirurgia quanto a radioterapia mostram resultados promissores em lesões iniciais, que são definidas como aquelas que ainda não se espalharam para além do local onde se originaram. A cirurgia oncológica visa remover o tumor e uma margem de tecido saudável ao redor dele, para assegurar que todas as células cancerígenas sejam eliminadas. A radioterapia, por sua vez, utiliza radiação de alta energia para destruir as células cancerígenas, sendo muitas vezes empregada como um complemento à cirurgia para aumentar as chances de sucesso do tratamento.


Essa abordagem multifacetada no tratamento do câncer de boca sublinha a importância de um diagnóstico precoce. Detectar a doença em seus estágios iniciais não só aumenta significativamente a probabilidade de cura, como também permite a utilização de técnicas de tratamento que podem reduzir o impacto nas funções essenciais do paciente, promovendo uma recuperação mais rápida e eficaz.


O Maio Vermelho nos lembra da importância de combater o câncer de boca por meio da educação, prevenção e atenção aos sinais de alerta. Promover hábitos saudáveis, garantir o acesso a informações e serviços de saúde qualificados e estimular a detecção precoce são etapas fundamentais na luta contra esta doença. Juntos, podemos reduzir a incidência e as mortalidades causadas pelo câncer de boca, movendo-nos em direção a uma sociedade mais consciente e saudável.

Fonte: gov.br

תגובות


bottom of page